CERATOCONE PARA FACEBOOK

CERATOCONE

CERATOCONE
Como o ceratocone compromete a visão?
O ceratocone é uma alteração no formato da córnea. Ela se torna fina e deformada. Na sua fase inicial, o ceratocone apresenta-se como um astigmatismo irregular, levando o paciente a trocar o grau do astigmatismo com frequência.
Nos estágios iniciais, a condição provoca leve distorção da visão, bem como uma maior sensibilidade ao brilho e à luz.

Como é feito o diagnóstico?
O diagnóstico definitivo desta patologia é feito com base nas características clínicas e com exames objetivos como a topografia da córnea e a paquimetria (Pentacam).

Qual o tratamento?
O tratamento do ceratocone visa sempre proporcionar uma boa visão ao paciente, bem como garantir seu conforto na utilização dos recursos que serão empregados e principalmente preservar a saúde da córnea. As alternativas de tratamento sempre são avaliadas nesta ordem: óculos, lentes de contato e cirurgias.

Quando usar lentes de contato no ceratocone?
A partir do momento em que os óculos não conseguem fornecer uma acuidade visual satisfatória, a lente de contato é a próxima alternativa.

E as Lentes Esclerais no ceratocone?
Os resultados clínicos com a adaptação de lentes esclerais demonstram que, este tipo de lente, pode ser considerado um recurso eficaz no ceratocone.

E o cross linking no ceratocone?
A cura do ceratocone ainda não existe.
O Crosslinking fortalece o tecido corneano, impedindo que a deformidade aumente e a doença progrida. A técnica consiste na aplicação de raios ultravioleta na superfície da córnea com o objetivo de fortalecer as fibras de colágeno do olho.
O procedimento não é realizado para melhorar e visão; o objetivo principal é diminuir o risco da piora da doença.

O Instituto da Visão de Lages tem no seu corpo clínico o Dr. Anderson Gustavo Gasperin
Especialista em Córnea, Cirurgia refrativa.
Para maiores informações: (49)3222-7330 ou (49) 3224-4092

Dr. Günther no Congresso Europeu de Retina, em Viena, na Áustria.

Dr. Günther no Congresso Europeu de Retina, em Viena, na Áutria

Dr. Günther, especialista em Retina do Instituto da Visão de Lages participou do Congresso Europeu de Retina, em Viena, na Áustria.

Formado pela Fundação Universidade Federal do Rio Grande-RS, foi preceptor do departamento de Retina e Vítreo no Hospital Regional de São José, considerado Referência em Santa Catarina.

Apresenta grande experiência cirúrgica em Retina e Vítreo, bem como em cirurgias de catarata, catarata congênita e Retinopatia da Prematuridade.

 

FOTO PARA DICAS SAÚDE OCULAR

CUIDADOS E HÁBITOS ESSENCIAIS PARA A SAÚDE DOS OLHOS

Segundo os dados da Organização Mundial de Saúde, cerca de 50 milhões de brasileiros sofrem algum tipo de distúrbios de visão.
Deste número, 60% dos casos são de cegueira e deficiência visual.
Porém, se fossem tratados com antecedência, poderiam ter sido evitados.
Em função disso, selecionamos algumas dicas capazes de prevenir e evitar outros problemas oculares.

1 – Evite coçar os olhos
O hábito instintivo e prejudicial de esfregar com frequência a região dos olhos pode resultar em problemas oculares, pois a estrutura é muito frágil e a pressão exercida na área pode provocar lesões e doenças mais graves. As mãos têm impurezas e podem levar bactérias para os olhos.

2- Maquiagens e seus cuidados
Dormir sem remover os produtos de beleza dos olhos pode irritar e até mesmo inflamar a área ocular. Usar cosméticos fora da validade, ou de terceiros, também pode causar consequências ruins à saúde dos olhos. Procure usar produtos antialérgicos. Após o término do uso dos pinceis e escovas de maquiagem, lave-os para evitar a proliferação de bactérias nos mesmos. Observe sempre o prazo de validade de cada produto.

3 – Dose o nível de açúcar em sua rotina
O excesso de glicose no sangue não é apenas perigoso para a saúde do corpo, mas também pode causar problemas à visão principalmente aos portadores de diabetes. O alto consumo do açúcar pode agravar ainda mais o problema, provocando uma retinopatia diabética.

4 – Pare de fumar!
Cientistas afirmam que o consumo do cigarro está associado a alguns problemas de visão, como degeneração macular, catarata e danos no nervo óptico. Esse último é capaz de causar cegueira irreversível ao fumante. Se você já tentou parar de fumar e não conseguiu, eis um bom motivo para largar o tabagismo.

5- Pratique atividades físicas
A inclusão de exercícios é importante para a saúde do corpo e, também, dos olhos. Estar acima do peso, somado a uma má alimentação, impede as vitaminas que previnem os prejuízos celulares de chegar, em quantidade suficiente, aos olhos causando danos à visão. Portanto, é importante praticar algum tipo de esporte ou exercício físico.

6 -Pisque mais
Com frequência, esse comportamento instintivo lubrifica as córneas, evita o ressecamento dos olhos e tantos outros problemas que comprometem a visão, como coceira e irritações mais sérias. Pisque mais, faça pausas repetidas quando estiver concentrado em um ponto fixo ou diante de um computador. Vai ajudar a descansar a vista e auxiliar no combate da chamada síndrome da visão de computador (do termo inglês CVC).

7– Tenha bastante cuidado com as lentes de contato
Antes e depois de usá-las, lave bem as mãos e higienize as lentes com produtos sugeridos pelo oftalmologista. Lembre-se da substituição das lentes de acordo com o prazo de validade, para evitar riscos de infecções.

8 – Coma mais peixe
Este alimento preserva a saúde dos olhos, diminuindo problemas ópticos como a degeneração macular, doença capaz de causar cegueira irreversível. O peixe é um alimento rico em ômega 3 e também contém vitaminas A, B, D e E, que são essenciais para a nossa saúde. Quando ingerido, distribui bastante oxigênio para todo o corpo, inclusive para os olhos, combatendo o envelhecimento precoce nas estruturas oculares e fortalecendo o globo ocular, proporcionando uma visão mais clara.

9 – Atenção para a mais importante!
Antes de qualquer atitude é fundamental estar em dia com a consulta ao oftalmologista. Recebendo o diagnóstico dos sintomas com o especialista, a fim de prevenir futuros problemas, este cuidado é necessário para manter a saúde dos olhos. Quanto mais rápido o tratamento for feito, caso necessário, melhor será o resultado. Agende regularmente uma consulta para realizar exames preventivos.

Gestação IVL

Gestação e alterações visuais

ALTERAÇÕES VISUAIS RELACIONADAS AOS HORMÔNIOS DA GRAVIDEZ

Durante nove meses, período da gestação, a grávida passa por mudanças emocionais, psicológicas e físicas.
É comum que as alterações do metabolismo, do perfil hormonal e da circulação na mulher grávida, afetem o funcionamento da visão, ocasionando distúrbios temporários ou até mesmo permanentes.
Segundo pesquisas, essas alterações ocorrem devido ao aumento dos níveis de progesterona – hormônio fundamental na gravidez.
Especialistas acreditam que essa “progesterona extra”, necessária para ajudar o progresso do bebê, afete o colágeno da córnea.
Entre os problemas visuais mais comuns nas gestantes, estão:

Síndrome do Olho Seco
Considerado um problema temporário e que tende a desaparecer logo após o nascimento do bebê.
Coceira, vermelhidão, sensação de que há areia ou cisco dentro dos olhos são alguns dos sintomas.
Pode haver intolerância ao uso da lente de contato.

Mudança de grau
As variações hormonais também podem acarretar mudanças refrativas. O aumento da espessura e da curvatura da córnea e o aumento da curvatura do cristalino poderão em alguns casos levar a um desvio refrativo, alterando a graduação dos óculos ou lentes de contato.
A condição geralmente é transitória e volta ao normal de sete a oito meses após o nascimento da criança.

Visão manchada e/ou pontos pretos na imagem
Tanto a visão manchada como a percepção de pontos podem ser sinais de pressão alta durante a gravidez.

Desdobramento do diabetes gestacional
Durante a gestação os níveis glicêmicos podem desregular, podendo levar ao aparecimento de diabetes gestacional ou descontrolar o diabetes preexistente, podendo acelerar o quadro da retinopatia diabética. Por isso, as mulheres com DM que planejam engravidar devem ser alertadas sobre os riscos de piora da retinopatia diabética.

A cirurgia plástica ocular é uma especialidade da medicina oftalmológica.

O cirurgião oculoplástico é um médico oftalmologista com especialização em plástica das pálpebras, sistema lacrimal, órbita e áreas anexas. Ou seja, ele é capaz de diagnosticar e tratar anormalidades dessas regiões dos olhos.

A ptose palpebral é a queda da pálpebra superior, podendo ser de origem congênita ou adquirida. O normal é que a pálpebra superior cubra apenas de 1 a 2 mm da porção superior da córnea. A queda ou ptose da pálpebra, além do comprometimento estético, pode diminuir o campo de visão.

O oftalmologista especialista em Plástica Ocular realiza o tratamento.

O Instituto da Visão de Lages tem a Dra. Karina Ariane Gaio, médica oftalmologista, Fellow em Plástica Ocular, Órbita e Vias Lacrimais.

Ptose

A cirurgia plástica ocular é uma especialidade da medicina oftalmológica.

O cirurgião oculoplástico é um médico oftalmologista com especialização em plástica das pálpebras, sistema lacrimal, órbita e áreas anexas. Ou seja, ele é capaz de diagnosticar e tratar anormalidades dessas regiões dos olhos.

A ptose palpebral é a queda da pálpebra superior, podendo ser de origem congênita ou adquirida. O normal é que a pálpebra superior cubra apenas de 1 a 2 mm da porção superior da córnea. A queda ou ptose da pálpebra, além do comprometimento estético, pode diminuir o campo de visão.

O oftalmologista especialista em Plástica Ocular realiza o tratamento.

O Instituto da Visão de Lages tem a Dra. Karina Ariane Gaio, médica oftalmologista, Fellow em Plástica Ocular, Órbita e Vias Lacrimais.

Qualidade e Excelência

Instituto da Visão de Lages Qualidade e Excelência

Uma empresa de Cascavel no Paraná realizou uma pesquisa cuja amostragem foi feita através de CALL CENTER e nela o Instituto da Visão de Lages foi eleito com o maior percentual em qualidade e atendimento.

O investimento em equipamentos tecnológicos mais modernos faz parte do empenho do Instituto para melhor atender nossos pacientes.

Com médicos com excelente formação profissional, todos com título de especialista em oftalmologia pelo MEC e pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia, com Fellowship e constantemente participando de congressos para atualização profissional.

Agradecemos nossas colaboradoras que estão na foto e que são o primeiro contato que nossos pacientes têm com a clínica.

Estamos muito felizes e agradecemos a você, nosso paciente, pois nada disso seria possível sem a confiança depositada em nosso trabalho.

lentes de contato foto 3

Quais os riscos do mau uso de lentes de contato?

Quais os riscos do mau uso de lentes de contato?

Nem todo mundo pode usar ou é bom candidato ao uso de lentes de contato. É o oftalmologista que avalia quem pode usar, o grau e a curvatura da lente a ser adaptada bem como o melhor tipo de lente a ser usado.

Vale ressaltar que as lentes têm prazo de validade e não respeitar esse prazo pode ser perigoso. É preciso respeitar o tempo de descarte: algumas duram apenas um dia, outras quinze dias e existem ainda aquelas que duram um mês, mas essas não podem ficar direto no olho e precisam ser retiradas e limpas.

Não é recomendável dormir com as lentes de contato.

A disponibilidade de lentes de contato cada vez mais confortáveis e toleráveis favoreceu não só a ampliação das indicações, mas também o aumento do número de seus usuários. Como consequência deste fato as complicações associadas ao uso de lentes de contato são cada vez mais comuns.

As complicações mais frequentes, relacionadas ao uso de lentes de contato, geralmente são induzidas por trauma, diminuição da umidificação e oxigenação da córnea e conjuntiva, por alergias e por infecções causadas por fungos, bactérias e parasitas.

Uma das complicações: Hipóxia corneana.
A córnea é uma estrutura avascular, portanto o oxigênio necessário para o metabolismo do epitélio corneano e estroma anterior é obtido principalmente através da difusão do oxigênio do ar ambiente, quando os olhos estão abertos, ou dos vasos tarsais e conjuntivais, quando as pálpebras estão fechadas. A hipóxia corneana ocorre quando a demanda de oxigênio por parte da córnea não é suprida por estas vias. Tais alterações ocorrem principalmente durante a utilização de LC com baixa permeabilidade ao oxigênio, no uso prolongado (UP), e no uso excessivo de LC de hidrogel ou de lentes mal ajustadas.

Outra complicação grave e que pode levar a perda da visão:
As infecções por fungos e bactérias nas lentes de contato.
A infecção é usualmente causada por:
– limpeza e desinfecção incorretas das lentes;
– hábitos inadequados,
– não descartando as lentes no prazo certo;
– por contaminação das soluções de limpeza das lentes e uso de produtos não apropriados.
Outro fator importante que contribui para o desenvolvimento da infecção é a diminuição de oxigenação da córnea (chamada de hipóxia), causada pelo uso excessivo das lentes (todas as horas de vigília).

As lentes de contato se constituem em um corpo estranho para o olho, podendo causar danos importantes para a visão de modo que a segurança de seu uso depende da supervisão do oftalmologista.

Dra Deyse do Instituto da Visão de Lages realiza a adaptação de lentes de contato gelatinosas (esféricas e tóricas), rígidas, lentes de contato cosméticas.

Glaucoma

O que é o Glaucoma?

O que é Glaucoma?
O Glaucoma é a segunda maior causa de cegueira no mundo, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.
É uma doença que causa danos ao nervo óptico, uma das principais estruturas do olho, responsável pela visão.
Nessa doença o campo de visão é comprometido de maneira crônica e progressiva e pode levar a cegueira se não for tratada.

Quais os sintomas?
A forma mais comum do glaucoma em nosso meio (glaucoma primário de ângulo aberto) não costuma apresentar sintomas na fase inicial da doença.

Quais os fatores de risco para desenvolver a doença?
A princípio o glaucoma pode se desenvolver em qualquer pessoa, mas alguns fatores são considerados de risco:
Pressão intraocular elevada, idade acima de 40 anos, enxaqueca, diabéticos, histórico familiar de glaucoma, ascendência africana ou asiática, longo tratamento com esteroides, miopia.

Como descobrir se tenho glaucoma?
Somente o oftalmologista através da consulta e alguns exames é capaz de diagnosticar a doença. Quanto mais cedo for feito o diagnóstico, melhor é o prognóstico e menor o risco de cegueira.

Uma criança pode ter glaucoma?
O glaucoma congênito é uma forma rara que pode se manifestar em crianças pequenas.

Como é tratado?
Os indivíduos com esse diagnóstico são geralmente tratados com colírios, com o intuito de reduzir a pressão intraocular e estabilizar a doença. Pacientes que não consigam estabilizar a doença com colírios podem necessitar de cirurgia.

O tratamento do glaucoma congênito é essencialmente cirúrgico.
A Iridotomia a Laser geralmente é indicada em glaucoma primário de ângulo fechado.
Pacientes com glaucoma neovascular podem necessitar de implantes valvulares.

Como se cuidar?
A melhor forma de se cuidar contra o glaucoma é através do diagnóstico precoce.
Quanto mais cedo for descoberto o glaucoma, melhores são as chances de minimizar os problemas na visão.

Dra Deyse é a especialista em glaucoma do Instituto da Visão de Lages, foi professora/preceptora do Departamento de Glaucoma do Hospital Regional de São José (2014 até março de 2017), considerado serviço de referência em Santa Catarina. Tem grande experiência clínica e cirúrgica no tratamento de todos os tipos de glaucoma.

6 nutrientes que fazem bem a saúde dos seus olhos

Nutrientes que fazem bem a saúde dos seus olhos:

VITAMINA A
Alimentos ricos em vitamina A são o mamão, cenoura, manga, ovo, queijo, entre outros.
A deficiência de vitamina A no organismo pode causar a cegueira noturna, que é a dificuldade de enxergar em lugares mais escuros.

VITAMINA A

VITAMINA C
A vitamina C pode ser também uma grande aliada contra o desenvolvimento da Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI), além de ajudar a postergar a catarata.
Outros estudos apontam que também pode reduzir a pressão intraocular em doentes com glaucoma.
Alimentos ricos em vitamina C: mamão, morango, laranja, kiwi, melão, tomate, limão.

Fresh fruits mixed.Fruits background.

VITAMINA E
Estudos mostram que combinada a outras vitaminas, pode reduzir o risco de progressão da Degeneração Macular Relacionada à Idade (DMRI), doença que representa a causa mais frequente de cegueira em pessoas acima de 65 anos.
Amêndoas, amendoim, semente de girassol, castanha-do-Pará são alimentos ricos em Vitamina E

VITAMINA E

ZINCO:
Você pode encontrá-lo em grão-de-bico, feijão, carne vermelha, fígado, cereais integrais.

ZINCO

ÁCIDOS GRAXOS E ÔMEGA 3
Eles desempenham importantes funções no desenvolvimento e funcionamento da retina.
Você pode encontrá-los no óleo de soja, óleo de linhaça, nozes, sardinha, atum, anchova

LUTEINA E ZEAXANTINA
São encontradas na laranja, nectarina, mamão, pêssego, brócolis, repolho, couve-flor, ervilha, milho, rúcula, espinafre, abóbora, gema de ovo, entre outros.
Essas são duas palavrinhas estranhas que você deve conhecer para manter a dieta completa.
Afinal, não adianta querer ter uma boa saúde sem cuidar da alimentação. São substâncias presentes em milhares de alimentos e têm função antioxidante, que protege as células sadias do organismo contra a ação dos radicais livres.
A Zeaxantina é um fotoprotetor superior durante a exposição à luz prolongada e a luteína pode prevenir doenças oculares.

unimed_logo_2017_1

UNIMED

Concluímos o credenciamento pela Unimed

Dra. Deyse e Dr. Günther estão atendendo pela Unimed.

A Clínica atende todos os planos de saúde.

Clínica Foto Fachada

Objetivo
Prestar serviços em oftalmologia atendendo nossos pacientes com excelência e qualidade com um corpo clínico capacitado e altamente especializado, utilizando tecnologia de última geração.
Missão
Através de equipe médica qualificada e especializada atender nossos pacientes respeitando os padrões éticos da medicina.
Nossos Valores
Ética: Trabalhamos respeitando padrões éticos, orientados pelo Código de Ética Médica.
Profissionalismo: Prezamos pelo cumprimento do trabalho com seriedade e competência.
Essência da Empresa
Já dizia Steve Jobs: “A única maneira de fazer um excelente trabalho é amar o que você faz.”
Estrutura

O Instituto da Visão de Lages dispõe de ampla estrutura interna, distribuída em 2 andares, 3 salas de espera e consultórios equipados e individualizados. Nossa Unidade Diagnóstica de exames complementares é composta por equipamentos de última geração. Contamos com acessibilidade para pacientes cadeirantes.